Contraste |
| |

    Unidade Leopoldina | Estudantes produzem conteúdo virtual para a comunidade escolar

    Como tarefa da disciplina Prática Docente do Componente Curricular Metodologia do Ensino de Língua Portuguesa II: Educação Infantil e Ensino Fundamental, anos iniciais, no dia 29 de setembro, licenciandos do 5º período de Pedagogia da UEMG Unidade Leopoldina produziram oficinas escritas e vídeos de contações de histórias que foram publicadas nas plataformas Youtube e Facebook. Disponível ao público, a produção é voltada a pais, crianças e escolas públicas e privadas.

    “A proposta foi desafiadora, porque os acadêmicos tiveram que se reunir, remotamente, para selecionarem a metodologia de contação de histórias, pensarem e produzirem materiais para o cenário, pesquisarem ferramentas digitais e depois gravarem e editarem o vídeo”, relata a responsável pela disciplina, professora Anicézia Romanhol Bette.

    O intuito das atividades, fundamentadas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), foi proporcionar protagonismo aos graduandos, para que pudessem trabalhar em equipe, exercitando a criatividade e vivenciando a correlação pesquisa, ensino e extensão, a partir das ferramentas tecnológicas virtuais.

    “Quanto ao ensino, porque houve atividades síncronas que subsidiaram o tema letramento literário, formação do leitor e mediações de leitura na Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental junto à organização didático-pedagógica. Quanto à pesquisa, porque foi necessário investigar as ferramentas digitais gratuitas, na internet, a fim de aprenderem e testarem a melhor. Quanto à extensão, tiveram a oportunidade de aprender sobre contação de histórias, leitura para bebês e técnicas de contação de histórias”, detalha Anicézia, que informa ter havido, ainda, contribuição de professores da Educação Infantil e do 1º ano do Ensino Fundamental, anos iniciais, que vem trabalhando remotamente com seus alunos.

    Direcionada à perspectiva interdisciplinar, a experiência permitiu à professora de Estágio Supervisionado, Elizabete Ramalho Procópio, estabelecer parcerias com duas instituições de ensino de Leopoldina, a Escola Estadual Enéas França e o Centro Educacional Conhecer. Ambas aplicaram as oficinas literárias, apresentaram os vídeos (relação abaixo) e participaram de rodas de conversas com os estagiários, mediado pela professora Bete.

    “O trabalho foi profícuo em âmbitos pedagógico e social, conectando-se ao Programa Conto Sonoro, contadores de histórias da UEMG Unidade Leopoldina, cujo propósito é a inclusão literária, fazendo valer o direito à literatura”, finaliza a Prof.ª Anicézia.

    Vídeos produzidos
    Clique nos títulos abaixo para acessar o conteúdo:

    Tags:
    © 2023 UEMG