Contraste |
| |

    Unidade cria Comissão Permanente de Diversidade

    Assessoria de Comunicação | UEMG Unidade Ituiutaba - Ailton Sena

    O dia 28 de junho, Dia Internacional do Orgulho LGBT, é uma data que marca a luta por direitos e o combate às violências cometidas contra esse grupo populacional. E agora também é um marco do compromisso assumido pela UEMG Ituiutaba na construção de uma universidade livre de preconceitos motivados por orientação sexual, identidade de gênero, raça e outros marcadores da diferença.

    É que nesta segunda-feira (28/06), por meio do Ato 15, a Direção da Unidade Ituiutaba criou a Comissão Permanente de Diversidade (CPDIV), que tem entre suas obrigações a responsabilidade de “acolher e acompanhar a inserção institucional de discentes, docentes e servidores administrativos que se autodeclaram do gênero feminino, pretos ou pardos, indígenas, quilombolas ou pessoas LGBTQIA+”.

    “A criação dessa comissão é uma mensagem que mandamos para todas as pessoas que integram grupos socialmente marginalizados. Com a CPDIV, nós informamos que em nossa Unidade elas são bem-vindas. Que aqui estamos construindo um espaço que acolhe as diferenças e luta contra todas as formas de discriminação”, declarou a diretora da Unidade, Patrícia Alves Cardoso.

    A criação da CPDIV é fruto de amplo processo de debate organizado a partir da Coordenação de Extensão da Unidade. “No nosso trabalho de assistência aos/às estudantes, recebemos algumas demandas que apontavam para a necessidade de um debate sistemático sobre as questões de gênero, sexualidade raça e outros marcadores na Unidade”, explica o coordenador de Extensão, Antônio Rodrigues Neto.

    “Para além do atendimento institucional, trata-se de conquista histórica para a Unidade e, mais que isso, para inúmeros discentes, docentes e técnicos administrativos que vivem cotidianamente a diversidade, celebram a diferença e se orgulham de re(existir) nos espaços que ocupam”, completa.

    Na atuação da CPDIV, uma das formas de estimular sobre os marcadores sociais da diferença será por meio de ações ou projetos de ensino, pesquisa e extensão que promovam a diversidade e o antirracismo. Além disso, a comissão já nasce com a incumbência de organizar três eventos por ano na Unidade: a Semana das Mulheres, a Semana da Diversidade e a Semana Antirracista.

    © 2021 UEMG