Contraste |
| |

    Noticias

    Programa televisivo de Moda, produzido pela UEMG, estreia dia 15 na Rede Minas

    roteiro

     

    Com as melhores vibrações emanadas pelo grupo de percussão do Projeto Valores de Minas, foi lançado para a imprensa e convidados, na noite do dia 5 de dezembro o Programa Modarte, uma série televisiva, no formato documentário, com uma temporada de estreia composta por oito episódios, de 60 minutos, que analisarão a moda, o design e o artesanato produzidos em Minas Gerais.

    A solenidade de lançamento ocorreu, não por acaso, no Museu da Moda de Belo Horizonte, que serviu como locação para algumas das entrevistas, que poderão ser acompanhadas semanalmente a partir do dia 15 de dezembro, às 23h, na Rede Minas.

    O evento contou com as presenças e falas do reitor da UEMG, professor Dijon Moraes Júnior; Fabíola Amorim Mendonça, diretora de museus de Belo Horizonte, representando a Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte; Júlio Palhares, assessor de gabinete da Secretaria de Estado da Cultura e o diretor de produção da Rede Minas, Kiko Ferreira.

    Também acompanhando a cerimônia pela UEMG, estiveram a pró-reitora de Extensão Giselle Safar, idealizadora do Programa Modarte, a pró-reitora de Ensino, professora Elizabeth Munaier, e o diretor da Escola Guignard, professor Adriano Gomide, que também é um dos entrevistados pelo Programa.

    O reitor da UEMG afirmou-se satisfeito pela produção do programa, tanto como reitor, quanto como designer: “A moda é, antes de mais nada, um gesto cultural. A forma de mostrar a cultura de um povo. Está muito além do mero comércio. Passa pela manifestação cultural, pelo jeito de ser, de estar, de pensar e de agir de um povo. E neste item, Minas tem um destaque muito especial, além de ter muitos destaques na área da Moda”, afirmou.

    A fala foi complementada pelo assessor de Gabinete da Secretaria de Estado de Cultura, Júlio Palhares: “ devemos lembrar de que temos aqui muitos artistas na moda, que acabam saindo de Minas Gerais por falta de valorização. Talvez o lançamento desse programa seja o início das ações capazes de mudar esse cenário, para que consigamos manter em Minas nossos primorosos designers da área da Moda”.

    A diretora geral do Programa Modarte, Ana Paula Damasceno, que também é responsável pela viabilização técnica da Tv UEMG, enalteceu o envolvimento de todos os atores envolvidos no processo e destacou a efervescência da Moda que descobriu ao encabeçar o projeto: “temos uma Moda, em Minas Gerais, de dar orgulho. O que eu descobri estando, visitando e conhecendo as pessoas que fazem a Moda, é que esse fashionismo que a gente conhece, ainda que se mantenha presente, não é superior ao conteúdo único e avassalador do que se tem produzido no estado. Os depoimentos da série serão capazes de ilustrar isso muito bem”, vaticina.

    Parcerias viabilizaram produção

    Para que a ideia da pró-reitora Giselle Safar de criar um programa televisivo sobre moda tomasse corpo, foi necessário agregar diversos atores nesse percurso. O reitor Dijon Moraes Júnior afirma ter sido o primeiro deles: “Lembro-me do momento em que a professora Giselle entrou no gabinete, extremamente empolgada com a ideia, era possível ver o brilho nos olhos, e ali eu soube que a ideia seria um sucesso”.

    Da viabilização da Tv UEMG veio a profissional que encabeçaria o projeto e articularia boa parte das parcerias: a diretora geral Ana Paula Damasceno.

    O projeto encontrou na Fundação de Apoio e Desenvolvimento Da Educação, Ciência e Tecnologia seu principal realizador, patrocinando praticamente todos os custos de produção da primeira temporada: “a Fadecit foi quem primeiro acreditou no projeto, colocou sua marca e patrocinou todos os custos na produção deste programa”, afirmou Ana Paula.

    O Projeto encontrou ainda amparo junto às secretarias de cultura nos âmbitos estadual e municipal. Do primeiro, obteve imediato apoio, por meio da Rede Minas, que será o canal responsável pela veiculação do Modarte. Já o Museu da Moda, vinculado à Secretaria Municipal de Cultura, cedeu o espaço para locação de diversas entrevistas e é de onde também surgem as curadoras dos programas: as profissionais Marta Guerra (Diretora Museu da Moda) e Carolina Ladeira (Assessora de Museus e Centros de Referência). O programa ainda contou com parceria da Faculdade Promove, que cedeu seus estúdios de edição para a produção do programa.

    “Além dos aspectos culturais e econômicos que circundam a Moda, a importância maior que verifico nesse lançamento são as parcerias que já nascem fortes. Que elas se mantenham, tenham vida longa”, afirmou o assessor de gabinete da Secretaria Estadual de Cultura, Júlio Palhares.

    O diretor de programação da Rede Minas, Kiko Loureiro, afirmou que embora a emissora tenha sido pioneira na cobertura e tratamento jornalístico à arte em Belo Horizonte, com o longevo programa Agenda, no ar desde 1987, ensaiou algumas vezes criar um programa dedicado à moda, que acabou não vingando: “Ao longo desse tempo, houve dois pilotos de programas sobre moda que não foram para frente. Agora, graças ao empenho da equipe do Modarte, o programa se torna realidade e espero que dure pelo menos 30 anos”, disse.
    “É uma iniciativa que já ganhou convites para ser veiculada em outras emissoras e a segunda temporada já está aí para colocar em prática. Todo projeto acontece quando há união e é justamente o que aconteceu com o Modarte”, analisa Ana Paula.

     

    modarte

     

    O Modarte
     

    É uma série de televisão brasileira criada pela Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) em coprodução com Secretaria Estadual de Cultura, por meio da Rede Minas de Televisão e da Rádio Inconfidência, e com a Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação Municipal de Cultura, e com o Museu da Moda de Belo Horizonte.

    Participam da primeira temporada da série personalidades reconhecidas internacionalmente como os estilistas Ronaldo Fraga, Renato Loureiro e Victor Dzenk, a designer Mary Antunes e novos estilistas, empresários, artistas e pesquisadores do setor. Nas mais de 8 horas de conteúdo, analisam as novas tendências e tecnologias da moda e alertam para a necessidade de se repensar e ressignificar os processos de produção e de consumo e apresentam soluções criativas de reuso e de sustentabilidade.
     
     
     
    UEMG

    Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves
    Rodovia Papa João Paulo II, 4143
    Ed. Minas - 8º andar
    Belo Horizonte - MG
    Cep31630-900

    • dummy+55 (31) 3916-8696 / 3916-8697

    • dummy faleconosco@uemg.br

    © 2021 UEMG