Contraste |
| |

    Noticias

    UEMG Frutal inaugura laboratório que vai auxiliar a região no enfrentamento da pandemia

    Estrutura está preparada para iniciar os testes de covid-19, além de ter capacidade para diagnosticar outras doenças virais.

    A Unidade Frutal da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) inaugura, nesta quarta-feira (23/6), o primeiro laboratório de biologia molecular público da cidade, que tem capacidade para diagnóstico da covid-19, em tempo real. A estrutura foi equipada com recursos provenientes de atuação do Ministério Público de Minas Gerais e o Governo de Minas.

    O laboratório de biologia molecular fornecerá testes diagnósticos para a COVID-19 aos 12 municípios da microrregião. Os testes para detecção do vírus Sars-Cov-2, causador da doença COVID-19, será feito por meio da técnica “Real time PCR” ou PCR em Tempo Real (RT-PCR) em amostras coletadas pelas Unidades de Saúde dos municípios.

    De acordo com professor Wellington Silva Gomes, subcoordenador do laboratório, as técnicas que serão utilizadas em Frutal são as mais eficientes para detectar a doença ainda em seu estágio inicial. “Apesar da disponibilidade de testes rápidos, o diagnóstico por meio da RT-PCR é considerado o método mais eficiente para se detectar o vírus no início de sua infecção, contrastando com os testes rápidos que necessitam de um tempo maior para se detectar a infecção,” explicou. 

    Ainda segundo o professor Wellignton, o diagnóstico inicial vai auxiliar nas políticas de contenção da pandemia, evitando o avanço da doença. “A detecção precoce do paciente infectado permite a condução deste ao isolamento e, consequentemente, contribui para a redução da transmissão” acrescentou. 

    Além da realização de testes diagnósticos para COVID-19, há previsão de pesquisas para o desenvolvimento e melhorias de protocolos para a extração e detecção do Sars-Cov-2, “ainda, poderemos traçar padrões epidemiológicos a partir dos resultados coletados”, complementa o professor. 

    Futuramente, a infraestrutura do laboratório será utilizada para o diagnóstico de outras doenças como as arboviroses, como a dengue, Zika, febre amarela, chikungunya e mayaro. Atendendo aos objetivos acadêmicos, o laboratório também será utilizado para a formação de pesquisadores dos cursos de graduação, pós-graduação (mestrados e doutorados), bem como, de estágios de pós-doutorado, em diversas áreas do conhecimento, tais como, ciências agrárias, biológicas e da saúde. 

    Para o diretor da Unidade Frutal e coordenador do projeto, professor Allynson Takehiro Fujita, “a inauguração do laboratório abre oportunidades de aproximar a universidade da população com a possibilidade de realização de trabalhos nas áreas de desenvolvimento regional associado ao agronegócio e à área ambiental. Além de estreitar a relação da Universidade com a população, e mostrar que a UEMG trabalha junto com gestores municipais e estaduais na resolução de problemas sociais, tais como o enfrentamento da Covid-19” destacou.

    A solenidade de inauguração está marcada para as 16h30 de quarta-feira (23/6) e será transmitida pelas redes sociais da @UEMGBR. A reitora, professora Lavínia Rosa Rodrigues vai participar presencialmente do evento. Em decorrência das medidas sanitárias por causa da pandemia, a presença na solenidade é restrita.

     

    Implementação do laboratório de biologia molecular

    A implementação do centro de análise foi estruturada em uma parceria entre a Diretoria da unidade, a Reitoria da UEMG, FUNARBE, Ministério Público e Judiciário da comarca de Frutal, por meio de recursos, no valor de R$ 732 mil, provenientes do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado a partir da Operação Aequalis do MPMG, que identificou o desvio de verbas públicas em projetos ligados à extinta Fundação Hidroex e a delimitação de medidas compensatórias a um grupo empresarial português investigado pela operação.

    A estruturação física foi elaborada pelo professor Adriano de Reis Paula e Silva, especialista em engenharia civil, e pelo professor Leandro de Souza Pinheiro garantindo funcionamento, conforme o conjunto de normas da instituição e às Normas de Biossegurança nível 2 (NB-2), seguindo orientações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

    O laboratório ainda contará com a colaboração da professora da Unidade Passos, Renata Dellalibera Joviliano, docente das áreas de Microbiologia e Imunologia do apoio técnico do servidor Pedro Gomes Peixoto, especialista em técnicas laboratoriais, da professora Larissa Souza Amaral e da servidora Mariana Aparecida Silva Faria.

    Tags:
    UEMG

    Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves
    Rodovia Papa João Paulo II, 4143
    Ed. Minas - 8º andar
    Belo Horizonte - MG
    Cep31630-900

    • dummy+55 (31) 3916-8696 / 3916-8697

    • dummy faleconosco@uemg.br

    © 2021 UEMG